25 de ago de 2010

DICA DA HORA - CHÁ

"Espero que da próxima vez, 
em vez de lutarmos, 
possamos tomar chá juntos"
provérbio chinês

Foto tirada daqui: Reporter Net 

Falando em chá, não poderíamos deixar de investigar o assunto, uma vez que a cultura do chá na China, como tantas outras daquele país, é milenar e, digamos, institucional.

Ele é considerado uma bebida popular na China desde os tempos mais antigos. Estava no topo da lista das sete necessidades diárias de um chinês: o chá, a lenha, o arroz, o óleo, o sal, o molho de soja e o vinagre.

Reza uma lenda chinesa que há quase 5.000 anos atrás, o então 2º imperador da China, Shen Nong teria inventado a bebida nacional da China num ato de pura serendipity [descoberta advinda de um erro]. Ele estava acampado sob uma árvore e colocou para ferver um pouco de água para beber [hábito decretado por ele como saudável]. Qual não foi seu espanto ao sentir o delicioso aroma que desprendeu da ebulição depois que algumas folhas desta árvore caíram em sua panela. E assim nascia um hábito, hoje totalmente entranhado na cultura chinesa.

Lendas a parte, a relação dos chineses com o chá teve seu divisor de águas mais sério durante a dinastia Tang [entre 733 e 804], quando o monge Lu Yu escreveu a obra Cha Jing [O Livro do Chá]. 

Primeira casa de chá de Beijing
Foto: Beinjing Oficial Website
No prefácio da tradução feita por Francis Ross Carpenter, este revela que antes do tratado de Lu Yu, o chá era uma bebida sem nada de especial, mas que o monge chinês, com sua enciclopédia de 3 volumes dedicada a discutir, dentre outras coisas, a importância da água utilizada na sua confecção, transformou uma simples extração com água numa arte rodeada de rituais.

Comparado a um bom vinho, o chá chinês tem inúmeras variações de sabores. O chá verde é o chá mais comum, feito com folhas secas imediatamente após a colheita. O Chá de flores, na verdade é uma mistura de chá verde com pétalas de flores. O chá Oolong, é o mais valorizado de todos, sendo um tipo semi-fermentado, muito consumido pelos povos orientais e tradicionalmente preparado em bules de argila. O chá branco em flor, por ser um espetáculo à parte, é servido em um bule de vidro. Normalmente a bebida é servida pura, sem leite ou limão. E o costume de adoçá-lo é apenas dos monges do norte, enquanto que no Tibet costuma-se adicionar manteiga ao chá.

Eis algumas das casas e lojas de Chá mais tradicionais em Beijing:
Não só em Beijing, mas na China como um todo teremos várias oportunidades de experimentar um mergulho na cultura Chinesa ao nos entregarmos às experiências com o chá. Quer seja numa casa de chá tradicional, participando de uma cerimônia do chá; quer seja simplesmente sorvendo uma xícara no hotel depois de um cansativo dia de treino ou de bateção de pernas. De qualquer forma, neste momento, poderemos fechar nossos olhos e procurar imprimir para sempre em nossos sentidos todas a sensações desta experiência única: tomar um delicioso chá chinês... em seu país de origem!

Fontes:
Eyewitness Travel - China [DK, 2010]

6 comentários:

Su disse...

Oi, Sora!
Que texto gostoso! Já senti até o gosto do chá na boca. Sabia que eu adoro chá? Tomo todo dia pela manhã e à noite.
Quando vou a loja do chá fico louca, mas a ironia da vida é que a minha dermatologista orientou que devo evitar, ao máximo, chás com cafeína - os de Camellia Sinensis - e adivinha quem são eles? Os chás pretos, verdes e brancos!
Mas me restam os de hortelã, de maçãs, de bergamota, os Rooi Tea que são da África (se não me falha a memória) e todos aqueles que nossas avós nos davam quando estávamos doentes.
E... no caso da China? Acho que vou ter que esquecer a Andréa (a dermatologista) um pouco.
Beijinhos com chá.

Sora Soralina disse...

Nem me fale, Su!
Como não sou muto de café, adoro um cházin!
É a primeira coisa que faço qdo chego no trabalho!
De outra forma, meu dia só pega no tranco!
Rsrs...

Deise disse...

hmmmm.... Delicia!

Sora Soralina disse...

Pois não é, Deise?!?
Mal posso esperar!

Sales disse...

Olá, Sora

Tomar chá é um dos momentos divinos que podemos ter na vida.

O chá nos ensina muito: "Para aprender algo novo, é necessário antes esvaziar nossa xícara". - Adaptado de um ditado oriental.

Parabéns e obrigado pelo blog! Está nos ajudando muito a encher novamente nossas xícaras.

Abraços.

Sora Soralina disse...

Pois é, Sales...
Concordo com vc em gênero, número e grau!

Bjs...