4 de jul de 2010

O GANDE TIGRE ASIÁTICO

Ilustração: Wikipedia
A China, ou a República Popular da China, situa-se na parte leste da Ásia. Ocupando grande parte deste continente (5.012.089 Km²), é o quarto maior país do mundo depois dos EUA e do Canadá. Por ter uma extensão tão grande a China tem amostras de vários tipos de terrenos espalhados por seu território: um terço dele é coberto por planaltos ou áreas desertificadas, outra parte é formada por férteis planícies e deltas, bem como grandes ilhas.

A diversidade também se reflete no clima, uma vez que a grande extensão do país faz com que as temperaturas transitem  do extremo frio ao extremo calor, passando por variações destas. A região compreendida no triângulo Pequim-Xi'an-Shangai (região foco de nossa viagem), costuma ter verões húmidos e quentes, com invernos secos e bem frios. Normalmente em março (final do inverno) a temperatura varia entre 7C (mínima) e 21C (máxima). Mas vocês sabem como clima é imprevisível, não?

A China também é famosa por seu grande volume populacional: algo acima de 2 bilhões de habitantes. O que fez com que fossem criadas políticas rígidas de controle de natalidade, que têm como principal regra que cada família possua apenas um filho, enquanto morar em centros urbanos (no interior são permitidos dois filhos, caso o primeiro seja mulher).

A história da China tem mais de cem mil anos! Não é pouca coisa, não! Ela teve uma das civilizações mais novas do mundo e, durante a Idade Média, a ciência e as artes chinesas eram das mais avançadas dentre as asiáticas. Os chineses inventaram o papel, a impressão, a pólvora, e tinham grande talento para a música, carpintaria, teatro e cerâmica. Por muitos anos viveu na riqueza, e consequentemente passou por períodos de revoluções e guerras. Por várias vezes o poder político - que durante as dinastias ficava na mão de seus imperadores - foi tomado por oficiais, ou familiares. Em 1911, o império caiu definitivamente e foi proclamada a República da China. Desde 1949, a China vem sendo governada pelo Partido Comunista Chinês, que em sua primeira fase realizou a planificação econômica chinesa, fundado por Mao Tsé-tung. Depois da morte de Mao em 1976, Deng Xiaoping assumiu o poder e foi o grande responsável pela abertura econômica da China, que porém se mantém politicamente fechada até hoje. Atualmente, está entre as 6 potências econômicas mundiais.

Imagem: Wikepedia
O idioma oficial da China é o Putonghua ("língua comum"), baseado no dialeto falado em Pequim, e comumente conhecido fora da China como Mandarim. O Mandarim não pertence especificamente a nenhuma região da China e, exatamente por isso, é comumente utilizado em todo o país para comunicação entre pessoas que falam diferentes dialetos. Com a internacionalização da China no mercado mundial, o inglês tem se tornado cada vez mais e mais falado pelo país (ver matéria Exame). Nos principais centros urbanos já é comum ter a língua da Rainha Elizabeth falada em vários lugares - alívio para os que arranham o inglês. Mas isso não é uma realidade nas cidades menores e muito menos nas vilas do interior do país. Em nossa viagem isso não será problema, pois seremos acompanhados por guias-tradutores, o que nos livra de alguns aperreios. E também teremos micro-aulas de frases salva-vidas em pinyin.

Fontes:
Eywitness Travel: China. Ed. DK, 2010

Um comentário:

Sales disse...

Olá,

Para quem vai ficar mais tempo na China, creio que vale a pena dar uma olhada:

http://viagem.uol.com.br/guia/cidade/sul-da-china.jhtm

Abraços.